Não sou um "amorzinho".

16:17


Pegando carona na frase acima eu acho que ainda completaria com, não me recomendaria a ninguém. Postei esses dias no Twitter e depois o print na page do blog a frase "Se eu sou o Crush de alguém, desista é furada! Por que realmente não acho que seria o modelo certo de par ideal ou de exemplo de pessoa. 

Ah! Lá vem o Thales com aquele papinho de novo... Sim venho, apos um tempo de terapia aprendi não a ressaltar meus defeitos mas a analisa-los de maneira melhor, e tenho muitos acredite. Embora eu tenha sido bem educado e prese por ser o mais sincero possível com tudo e todos, nem sempre é possível ser exatamente como gostaríamos de ser e é ai que a gente pisa na bola com as pessoas. Fala sem pensar, age por impulso, machuca, magoa e confesso que meu jeito um tanto quanto complicado de ser fere, mesmo que sem querer quem esta perto demais.

Não, eu não estou dizendo que não presto, até por que acredito que eu valha sim uns vinténs, mas eu não sou o tipo de pessoa que seja o exemplo a ser seguido, de aparência então nem se fala, acho que não preciso repetir que não me acho bonito apenas um cara normal que prefere passar despercebido na multidão, então por que seguir-me se nem mesmo eu sei ao certo por onde vou andar?Não faz sentido.

Mas Thales, que auto-estima no pé! Não... Nunca tive a auto estima elevada confesso mas nesse caso o que quero dizer é que as vezes as pessoas criam uma certa imagem sobre mim que não é a correta. Eu gosto de romantismo e de falar de sentimento, gosto de ajudar e muitas vezes me anulo pra ajudar alguém que precise de mim, perdoo quantas vezes forem preciso as pessoas e não sei simplesmente virar as costas mesmo que a pessoa mereça que eu o faça. Não sei desamar e sei da minha índole e do meu caráter, disso ninguém pode duvidar. Mas nada disso me faz perfeito ou um príncipe.

Então devido a reação surpresa de uns com a postagem no Twitter eu resolvi explicar o por que penso assim, hoje eu resolvi falar dos meus defeitos os que conheço e os que ouço de pessoas próximas a mim. Cometo erros ridículos e tão absurdos quanto a maioria. Eu sou grosseiro as vezes sem querer e por querer, eu acordo sempre de bom humor mas quando estou de mau humor evite conversar, por que eu vou reclamar até o preço da gasolina como se a culpa fosse sua, sou um tanto intolerante pra algumas coisas(isso está sendo constantemente trabalhado, juro!).

Eu sou todo paciente a menos que me façam perguntas obvias ou repetitivas, tenho a impressão de que a pessoa não presta atenção no que eu digo. Eu sou chato e extremamente sistemático com as minhas coisas, peça, não tire do lugar ou simplesmente não mexa sem pedir, simples. Não gosto de frescuras, tenho um bloqueio automático pra pessoas que chegam até a mim com a frase "nossa como você é lindo". E sou extremamente ciumento (sim eu admito, mas só hoje) e quando estou com ciume, sou monossilábico... Por precaução espere passar e não insista na conversa.

Eu tento ser o mais educado possível mas sou um espelho e a forma que você me tratar é como vai ser tratado(a). Mas nossa você disse coisas que muita gente faz, não é pra tanto. Sim é, por que como eu disse acima embora sejam erros que a maioria comete, não sei por que cargas d'água quando é o Thales quem faz o peso é bem maior. Então meus caros leitores antes que digam por algum motivo, um dia qualquer por ai numa conversa de padaria... "Nossa como o Thales mudou, deixou de ser amorzinho", venho informar que ...Não, eu não sou amorzinho, sou é bem normalzinho.

Talvez você goste de:

16 comentários

  1. Rsrs estou rindo aqui. A imagem é uma bula incompleta, faltou os efeitos colaterais.rsrs
    Visão feminina: vale mais um príncipe rebelde do que um príncipe de conto de fadas.
    Ninguém é perfeito, e quando conseguimos falar dos nossos próprios defeitos já é muito bom, ajuda a prevenir alguns tropeços ou curar algumas feridas. O que desperta interesse visualmente não se firma caso não aja um interior tão interessante quanto, o que nos faz especial dentre muitos é isso, nossas nuances.
    E que nuances hein. bjs
    Tem vergonha não, depois diz que quer escrever que nem eu, toma jeito Thato! bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E quero mesmo Lu, um dia ainda escrevo poesias rsrss Obrigado.

      Excluir
  2. Nossa!!! Eu vi quando você postou isso e pensei que talvez eu também não me recomendasse pra mim mesma. É um bom questionamento. Muito obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim é um ótimo questionamento Sandra, eu quem agradeço.

      Excluir
  3. Eu sei por que quando o Thales faz, o peso é maior.
    E não é porque você é lindo, mesmo não se achando. Mas é porque, mesmo com todas as limitações como pessoa, que citou no texto, você é cativante, apaixonante, romântico, educado, com valores, diferentão. Isso tudo junto e misturado faz de você um ser único, onde pesa sempre o lado do "vale à pena".
    Você não é um amorzinho em algumas vezes, mas em outras é sim. Poucas pessoas, e graças a Deus sou uma delas, já puderam ver você no 8 e no 80.
    E eu decidi que vale à pena, E que quero valer pra você também.
    Por isso permaneço.
    <3

    ResponderExcluir
  4. Só pelo fato de admitir suas falhas, vc já é um sujeito altamente recomendável!

    ResponderExcluir
  5. Todo mundo tem seus poréns. Ninguém é perfeito e milimetricamente ok. Você não é mesmo um amorzinho, mas tem seus valores, suas crenças, suas qualidades. Vale a pena ser quem é. Eu o recomendaria.

    ResponderExcluir
  6. Temos isso em comum: também não me recomendo a ninguém. Mas por motivos diferentes. E temos isso em comum também: sempre tem quem diga "mas como assim, qualquer um gostaria de ter você ao lado". O meu problema é que eu nunca quero estar do lado de ninguém. Não tenho problema com pessoas; eu só não me apaixono. Aí quando eu venho com "o problema não é você, sou eu", acham que é mentira. Coisas da vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não saberia te dizer se é sorte tua não se apaixonar ou azar. Talvez só não seja a hora.

      Excluir
  7. Apesar de achar que na nossa cultura somos criados para sempre procurarmos nossos defeitos, pq falar que somos bons é chamar atenção negativamente para voce, todos temos defeitos. Uns maiores, outros menores, uns que resolveremos outros que só piorarão, o importante é encontrar alguém cujos defeitos sejam suportáveis. Eis o segredo para um relacionamento duradouro. Definitivamente temos defeitos, mas isso é parte do que nos torna únicos!
    Achei as Palavras

    ResponderExcluir
  8. Adoro quando alguém consegue externar seus defeitos. Fiz isso no meu blog também. Me reconheci em muito dos teus defeitos e manias. No meu caso ainda sou egoísta e não dou importância pra certas coisas consideradas "importantes" pra algumas pessoas - manter a casa impecável, por exemplo!
    Também não sou linda embora me sinta assim às vezes...
    E só pra constar... também te acho bem normalzinho! Hahahaha
    Parabéns pelo texto. Baita reflexão!

    Um beijo.

    ResponderExcluir