Talvez...

16:21

Tenho a mania de avaliar minha vida sempre, ou de tentar entender ou ter explicação pra tudo já me disseram. Talvez seja, talvez eu queira entender não só a mim, não só o que sinto em relação ao mundo e as pessoas mas também o que as pessoas sentem em relação a mim.

Eu perdi pessoas, eu perdi amigos, eu perdi amores não por que quis mas porque a vida me impôs situações, condições, circunstancias que me fizeram perder. Você é covarde, eu ouvi inúmeras vezes de inúmeras pessoas por seguir o que sinto, penso sonho. Talvez seja, talvez não. Quando falo de sentimento parece que vivo num mundo paralelo, um mundo que não existe mais, um mundo que só eu vejo. Não vejo mais boa fé, esperança, amor, carinho vindo das pessoas sem nada em troca. Cada vez mais o mundo cria "São Tomés", aqueles que precisam ver para crer.

Eu não consigo ser assim, talvez isso faça de mim ingenuo, infantil, um tolo, mas ainda acredito em gestos de bondades sem interesses. Ainda acredito na sinceridade de um "me preocupo com você", "gosto de você", "te considero", mesmo que de longe.



E por isso se eu disser que me importo, é porque me importo. Se eu disser que me preocupo, é por que realmente me preocupo. Se eu te disser que confio, que es importante pra mim, acredite es realmente importante pra mim. E se eu chegar a dizer um dia que te amo, eu amo...Muito mais do que possa imaginar.

Talvez eu não saiba, ou não demonstre todo sentimento que carrego no peito da maneira que a maioria faz. Talvez eu não siga um padrão de "maneira correta de demonstrar amor", Talvez eu não seja igual e nem ao menos parecido com todo mundo, mas eu sinto.
Eu sinto como um  tapa cada palavra mal dita, cada acusação feita, cada julgamento que recebo. Não de qualquer um, mas das pessoas que me importam.

Eu tento e faço o impossível pra ser o melhor de mim, eu me entrego de corpo e alma e mergulho de cabeça para que me sintam, para que me entendam, para que acreditem. Talvez seja pouco, talvez não seja isso que esperam, talvez não seja só isso que baste, mas é o que eu sei...É o que sou, e talvez eu seja mesmo um tolo.

Talvez você goste de:

9 comentários

  1. Vamos combinar que você não pode parar de escrever nunca? Vamos sim. Primeiro blog de textos que eu me identifico, só achava blog de dicas de make, roupa...

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. Obrigado Isadora, fico feliz que tenha gostado, espero mesmo te ver sempre por aqui.

      Excluir
  3. Saudade da sua escrita!

    ResponderExcluir
  4. Oi, tudo bem?
    Não acho que tenha uma forma correta de demonstrar o amor. Desde que faça o bem :)

    Te indiquei para uma tag lá no blog :) Espero que goste.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana, obrigado pela visita sempre. Pode deixar assim que der faço sim :)

      Excluir
  5. Que texto maravilhoso! Você escreve super bem, te encontrei lá no Blogs que interagem e só hoje vi que você segue meu blog haha! Parabéns pelo blog e pelo texto, seus textos são realmente maravilhosos!
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Janeise, poxa que bom que gostou fico feliz, espero te ver sempre por aqui. Obrigado mesmo.

      Excluir