Quem ama não sofre nem faz sofrer... Quem disse?

14:32

Recebo alguns comentários em meus textos ou fotos do Instagram do blog e paro para pensar nas inúmeras definições de amor que vejo por ai. Em imagens prontas, poemas, frases, textos e até mesmo, filmes, livros, novelas e tudo mais que dê pra "enfiar" um romance de conto de fadas. Fico tentando entender onde é que esta escrito que amor é mesmo tudo isso, que amor é mesmo perfeito, sem dor, sem sofrimento, onde tudo da certo sempre, tudo lindo, tudo tranquilo e favorável e se não for não é amor. Onde?


Voltando minha cabeça ao mundo real, meus pés no chão e levando em conta toda a observação que faço nas historias dos outros e até mesmo nas minhas, tenho a seguinte certeza de que amar não é "So easy" como querem nos convencer. Mas embora não seja, são as dificuldades do amor que na maioria das vezes faz com que ele dure e valha a pena.

Como assim Thales? Tá ficando maluco? Não, e eu vou me explicar.

Não tive muitos relacionamentos duradouros e nem sou um Expert no assunto, mas o que posso tirar de experiencia é que os mais difíceis foi onde mais se teve amor. Já briguei, já me estressei, já chorei, sofri horrores e já fiz alguém passar tudo isso também, mas ninguém pode dizer que não amei e fui amado também.

Já tive crises de ciume de perder a cabeça e ofender e já fui ofendido pelas mesmas crises de ciume vindas do outro lado. Já mandei a merda mas também já fui mandado pra lá, já jurei nunca mais procurar, já ouvi juras de jamais ser procurado e ambos se procuravam no minuto seguinte, no dia seguinte que seja. Mas se procuravam. Ser humano é cometer erros, xingar, estourar, sofrer e chorar, então isso não combina com amar? E onde é que esta escrito que amar verdadeiramente há de deixar de ser humano, virar maquina ou pedra como queiram?

Quem foi que disse afinal que relacionamento bom, não há medos, não há discordâncias, não há brigas (como assim se o melhor é fazer as pazes?), quem foi que disse? Será que essa pessoa teve mesmo um amor? Será Adão e Eva? Sem sogra, sem cunhados, sem cartões de créditos e sem amiguinhos(as)? É possível, mas até lá houve uma serpente pra atrapalhar. E antes que venham me dizer que estou sendo machista ou defendendo relacionamentos abusivos, peço que atentem-se que o que eu defendo  é a liberdade de se expressar, de sentir, de ser humano seja homem ou mulher, conforme cada um pensa e acredita sem deixar de se respeitar e sem que isso se torne motivos pra se duvidar do amor que existe.

Há de se abandonar a antiga fantasia de que amor verdadeiro, é paciente e bom, tudo suporta, tudo aceita... E todo o resto que vocês já sabem. Sim, acredito que exista esse tipo de amor, mas também acredito que quem não suporta calado, tudo que lhe é imposto, também ama, quem perdoa um vai se foder, por que sabe que vai dizer o mesmo quando a situação for diferente também ama. Que aquele que chora, sofre, por que ainda não se acostumou com o comportamento do outro, ou por que o outro ainda não se acostumou com o teu, também ama e todos aqui citados também podem sim ser amados.

Amor de verdade não é só aquele do "A culpa é das estrelas" ou do "Meu querido John" amor de verdade também é "Carga explosiva" e  "Duro de matar". Amor pra mim, é o tempo que você se dedica a perdoar, a ouvir, a acarinhar alguém e também o não que você diz, o mão na cabeça que você evita passar quando aquele alguém esta errado, os questionamentos que você faz por não concordar. Amar é brigar sim se for preciso, chorar sim, sofrer sim quantas vezes forem necessárias. Mas acima de tudo é saber que você tem aquele alguém ali pra o que der e vier, e até mesmo passar por tudo isso também pra te ter ao lado.

Amar pra mim não é concordar ou aceitar tudo, é ser diferente, pensar diferente e ate mesmo amar de forma diferente mas ainda assim ficar e não querer outra pessoa, se não aquela, junto.

Talvez você goste de:

30 comentários

  1. Sabe aquela frase "as pessoas que mais amamos são as que nos machucam mais"? Essa é a grande verdade quando a gente ama de verdade não tem fingimento e ás vezes na hora da briga perdemos o cuidado, esquecemos o carinho de lado, e aí jogamos merda no ventilador, mas é nessas horas que também somos mais humanos e entendemos que perdoar faz parte e que amanhã possa ser a gente o errado.
    Sua reflexão foi a mais verdadeira possível Thato.
    Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem isso Camila, concordo plenamente. Obrigado!

      Excluir
  2. Todo mundo quer um amor de conto de fadas, mas esse amor não existe. Amor é isso ai que descreveu, exatamente assim. Se não for assim, não foi amor, isso é fato.
    Lindo texto Thato! Mesmo assim ainda prefiro sentir isso tudo aí. bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato Ciana, eu também prefiro sentir tudo isso. ;)

      Excluir
  3. Amor de contos de fadas realmente não existem, todo mundo sabe disso, mas confesso que ainda sou apaixonada por eles e ainda sonho com um assim um dia. É bobo, mas é verdade. E o amor mesmo, esse amor real que a gente vive, não tem nada de igual rs, um sempre vai ser completamente diferente do outro EM TUDO. E é exatamente aí que está a beleza, o encanto de estar em uma relação. É conhecer o mundo alheio, discordar, brigar, ter ciúmes, fazer joguinho, mas saber perdoar, saber pedir desculpa, saber que todo mundo é de carne e osso e um coração gigante, mesmo que meio duro de vez em quando. O texto tá incrível, moço. O amor é mesmo uma eterno discordância, mas é essa junção que deixa tudo mais leve.

    ResponderExcluir
  4. Acho que o amor de verdade começa com o respeito, em aceitar a pessoa como ela é, com suas qualidades e defeitos e gostar dela assim. Também, a vida real vai muito além do que é narrado nos livros. Digo mais: só sentindo tudo isso para saber como é.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só quem vive e sente sabe o que vive e sente ;)

      Excluir
  5. Ahh, é bem isso mesmo sabe. Quando o amor é verdadeiro, não tem muito dessas cobranças, existe a empatia, o entender o outro lado, ser brando... o que queima, machuca, destrói é uma paixão ardente e desenfreada, o amor é calmo, e eu gosto mais assim! :D

    ResponderExcluir
  6. Prefiro acreditar no amor dos contos de fadas sabe? É complicado ouvir um "eu te amo" e depois a mesma pessoa dizer que era brincadeira tudo.
    Possa ser que vivo iludida nesse amor de contos de fadas, mas no quesito amar prefiro ser uma criança ingenua.
    Beijos,
    www.hitsdomomento.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não acho que esteja errada, apenas é um caminho mais doloroso. Por que a realizade bate a porta sempre.

      Excluir
  7. Eu sou muito apaixonada e muito romântica, mas sou daquelas que acredita que tem um príncipe por ai...
    Eu sei, eu sei, não tem, mas deixa eu me iludi um pouco hahaha!
    Amei seu texto, você escreve muito bem! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que tem, apenas não são como nos filmes e livros ;)

      Excluir
  8. A literatura de modo geral mostra a uma realidade inventada, idealisada por um autor, éfeita pra entreter e muitas vezes pra ser aquilo que o leitor quer, um final feliz.
    A realidade é outra coisa, e é muito melhor, pois nos ajuda a amadurecer e encarar a vida de frente.
    Parabéns pelo blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode ser viu, ou não. Acredito que no fundo se cre no que é mais confortável. Ou não também rsrs.

      Excluir
  9. Caraaa o que seus textos tem? eles me dão um arrepio, parabens!!

    ResponderExcluir
  10. Verdade, se espera tanto um amor como um "conto de fadas", mas amar é estar para o outro, é aprender a conviver, saber os defeitos e qualidades e mesmo assim saber perdoar, aprender junto, trocar experiências. Muito bonito seu texto. Parabéns pelos blog, lindo!!! bjoo

    ResponderExcluir
  11. Não sou lá muito romântica mais amo esses textinhos
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todo mundo e um pouco, até os que negam. Romantismo vai alem de casais.

      Excluir
  12. Amor também é sacrifício! Nunca foi conto de fadas nem vai ser. Me identifiquei com algumas situações que você passou. A gente vive de tudo um pouco nos relacionamentos. Claro que quando se torna abusivo ou violento demais, ou outros acontecimentos parecidos não é amor. Mas a gente sabe que o amor verdadeiro passa por alegrias e tristezas, e tudo supera.
    Beijos!

    www.Juhlihipy.com

    ResponderExcluir
  13. Cada pessoa tem uma definição de amor e a minha é bem parecida com o sua. Amor não é só calmaria também é tempestade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, a forma pouco importa o ideal é que saiba amar!

      Excluir
  14. Pois é.. Quem disse? Realmente amor nos se resume em momentos bons, infelizmente mas é a realidade fora os defeitos um dos outros que devem se apurados mesmo muitas vezes já estamos super saturados com tudo isso! Mas amar é justamente aceitar também os defeitos e crises um do outro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que maravilha, é assim que as coidas se encaixam. Reipeito é prova de amor tbm.

      Excluir
  15. Exatamente! Essa coisa das pessoas acharem que vai começar um relacionamento e vai ser igual "comercial de margarina", tem que parar. Nem tudo são flores, e mesmo assim não perde a sua beleza! No relacionamento vai ter discussões, mas pode existi amor. Adorei demais, parabéns!
    Beijão

    Um Momento Qualquer

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz em ver que não penso tão diferente assim, obrigado!

      Excluir