Alguns vazios jamais serão preenchidos.

13:03

Isso é fato, eu sempre acreditei que pessoas não podem ser substituídas e ainda acredito. Sempre uso como exemplo o quebra cabeças, quando falta uma peça se você forçar até encaixa outra no lugar mas se não for a peça certa sempre vai sobrar um espacinho, um buraquinho sem preencher.


Não se pode substituir a falta de alguém. Você pode se distrair com outras pessoas que por ventura te façam o mesmo bem que outrem, mas cada um tem sua maneira de falar, agir, pensar. Por mais risos que ouça nenhum riso por melhor que seja será igual aquele que costumava ouvir.

É por isso que eu sempre acreditei que toda pessoa que passa por nossa vida não passa por acaso, sempre tem um proposito, uma missão, um por quê, e eu sempre guardo o melhor delas comigo, mesmo que algumas já não façam mais parte da minha vida com aquela freqüência de antes.

Toda pessoa que passou pela minha vida ao longo desses meus 20 anos me ensinou algo e é responsável por uma pequena porcentagem do que me tornei, somos compostos de historias, experiencias, bagagens que carregamos ao longo do que vamos vivendo, vendo, aprendendo. Basta você aprender a selecionar o tipo de bagagem que quer carregar.

Eu sempre optei por bagagem de mão, fáceis de carregar por serem leves e é isso que carrego das pessoas que conheço, o que elas tem de bom, o que eu vivi de melhor com elas, só carrego o que é leve. E quando bate aquela nostalgia de tempos que já se foram, é essa bagagem leve que abro e me permito lembrar das coisas boas que essas pessoas me permitiram viver.

Quando bate a nostalgia eu percebo que alguns vazios nunca serão preenchidos e tudo bem se não forem, é assim que é pra ser. Quando o vazio vem a tona é só remexer na minha malinha de mão e relembrar o quanto aquela risada me fazia bem, o que aquela pessoa me diria como conselho, se for possível até procurar, dizer um "oi, tudo bem?" que mal há nisso? 

O que é bom por mais que não dê pra manter por perto devemos manter por dentro.

Talvez você goste de:

10 comentários

  1. É tal como dizes, quando não podemos manter por perto, mantemos por dentro...

    Tão dentro que fincam raízes pelo nosso coração, emoções que nos preenchem a alma. E nós somos incomensuráveis, tão cheios dos que amamos que somos especiais por isso mesmo.

    Que venham mais dores, mais saudades arrebatadoras e amores florescentes daqueles que nos faltam... Somos tão cheios de vida, quando nos encontramos nos outros... Tão preenchidos, que o vazio se torna um barco navegante das nossas tempestades!

    Um Abraço!
    • Site • Facebook • Instagram • Twitter • Leitores-Beta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Somos tão cheios de vida quando nos encontramos nos outros." Perfeito Sofia, obrigado pela visita.

      Excluir
  2. Realmente, cada pessoa tem uma forma, tal qual as peças de um quebra-cabeças. O 'vazio' que elas deixam ao se ausentarem da nossa vida nem é tão vazio assim, pois representa exatamente o que guardamos de cada uma delas. <3

    multidaodepensamentos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Difícil quando o dentro machuca que até por fora se nota. A lembranças que te arrancam sorrisos, mas a aquelas que te escorrem lágrimas.
    Lindo texto como sempre.

    ResponderExcluir
  4. Aprecio a sua sensiblidade quanto ao quesito insubstituição. O meu sogro, o exemplo de pessoa que ele foi pra mim cairia como uma luva nesse post. Ele se foi 9 meses depois que eu me casei. Dooooooeeeeeuuuu demais porque ele fez por mim o que até meu próprio pai nunca fez. Já as más amizades, é sim fácil de substituir, mas o aprendizado fica. O aprendizado do que não fazer e o que não ser.

    Ótimo fds pra vc!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei bem como é esse tipo de vazio também. Dói demais, e infelizmente tenho que te dizer a dor não passa, a falta não passa, a saudade não passa, a gnt só aprende a conviver e com isso elas diminuem um pouco "/ Obrigado pela visita.

      Excluir
  5. Realmente é bem assim, mesmo. Não adianta se as pessoas te fizerem bem ou mal, elas vão sempre ser únicas. E isso não se deve ao fato de você ter essa visão, mas ao fato de as pessoas serem únicas. É por isso que relações nas quais as pessoas buscam alguém que substitua uma outra pessoa, tendem a ter um fim. Mesmo assim, isso não significa que essas relações não deram certo. Como o próprio texto fala sobre as pessoas serem únicas e deixarem experiências e lembranças que jamais serão substituídas, as relações sempre dão certo, pois sejam boas ou más, as lembranças ou experiências deixadas, elas sempre deixarão sorrisos, lágrimas, mas sempre aprendizados. Eu sou muito feliz pelas pessoas insubstituíveis que me fizeram mal. Sem essas pessoas eu não teria crescido e aprendido tantas coisas. Reconheço a importância delas na minha vida e sei que outras pessoas não teriam feito com que eu aprendesse o que aprendi. Apesar dos pesares, elas tem um lugar guardado dentro de mim. Quando lembro das pessoas maravilhosas que me fizeram bem e até mesmo dos relacionamentos amorosos que tive e que acabaram, essa sua ideia se concretiza. Elas realmente jamais foram substituídas e eu nunca busquei isso. Todas elas tem um lugar guardado e que nunca será ocupado por outras pessoas. Quando lembro delas acabo sorrindo e isso faz com que eu tenha certeza que, além de únicas, eu não apenas as amei, como ainda amo, embora não mais as deseje.

    Gostei muito do seu texto e da ideia. Parabéns!

    www.anaxquerdizer.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey Anax, que bom vê-lo por aqui novamente. Fico feliz que tenha gostado e é bem isso mesmo cada pessoa que passa por nossa vida nos trás algo e leva um pouquinho de nós. Obrigado!

      Excluir