[Regalos] Sobre amizade ... Ou não.

10:26

Bom, muitos sabem que tenho um espaço chamado Regalos, onde deixo aberta a oportunidade de pessoas conversarem comigo, desabafarem, mandarem seus textos, qualquer coisa.

Essa carta de hoje é um desabafo de uma pessoa que me procurou dizendo ter sofrido uma decepção com uma amizade e precisava disso, desse desabafo pra se libertar de todas as magoas dentro de si e pediu que não fosse identificada e assim será.


"Querida Pseudo Amizade,

Vou te chamar de Pseudinha, porque afinal, você não merece dois nomes.Você não é celebridade. Há muito tempo queria escrever essa carta e colocar tudo pra fora. Já tinha começado essa carta 3x essa semana e nada, mas.... Nada que 3 quentinhos e um pouco de sinceridade não resolva. Tem gente toma porre pra ficar valente ou ousado. Eu? Café.

Obrigado por ter me ensinado que anos de amizade não significam simplesmente nada. Anos são apenas números. Depois da terceira chance dada a essa amizade, eu achei que as coisas realmente tinham mudado. Afinal, tivemos um hiato de 7 anos. Muita coisa aconteceu nesse tempo. Você mudou e eu também. Bom, eu achei que você tinha mudado. Na verdade, você camaleou legal no que se trata de relacionamentos. Não apenas comigo, mas também com as pessoas que você dizia amar. Logo você, que me contava tudo da sua vida e eu te contava tudo da minha. Eu me expus, te confiei meus demônios. Não demorou muito e você começou a sumir... De novo! Como alguém procurado vivo ou morto no faroeste sem lei, assim foi você, saiu sem rumo, com o tesouro maior que já dei a alguém: a minha vulnerabilidade e autenticidade.

O seu problema é que você quer o recheio do bolo e a cereja, sem o bolo. E todo recheio no final acaba dando dor de barriga. E eu passei dessa fase. O problema é que você quer a bênção sem a responsabilidade. Traço típico de gente orgulhosa, arrogante. Gente que se acha mais especial que os outros. Você é o que nós chamamos no coaching americano de agreeable. Você diz que quer mudar, que quer crescer, que é muito feliz e privilegiada de ter pessoas que apostam em você. Quando elas te chamam atenção você concorda e diz que elas estão certas, você pede conselhos, mas não muda. Você fica alimentando meias verdades de que quer melhorar como pessoa.Você quase quer ou... Seria interessante se as mudanças acontecessem, contanto que você não tivesse que fazer nada pra mudar.

Meu problema não é porque você não mudou. Meu problema é que a sua palavra e merda é a mesma coisa. Você, que se acha TÃO MULHER, é menina e cagona. A sua palavra não tem peso algum. Você cai em descrédito e não ver problema algum com isso. As coisas que antes você tinha pavor na sua vida, agora abraça de bom grado, e com ela, todas as mazelas que te deixam infeliz, incompleta e ferida. Aliás, SE GABA DE TAIS COMPORTAMENTOS!!!

Quando nos falávamos no zappi, alguns dias eram muito confusos. Parecia que um dia eu falava com uma pessoa. E na outra semana alguém tinha hackeado sua conta, mas na verdade era você. Já não me sentia confortável para lhe contar da minha vida. Já não sabia o que me esperava.

O pior de tudo isso é que você realmente acredita que as suas mazelas só fazem mal a você, tamanha a negação. Bom, se somos seres relacionais, é lógico que tudo que eu faço(ou não), direta ou indiretamente irá afetar o outro. Afinal, omissão é a ação de não tomar pra si a responsabilidade que lhe cabe.

O que eu realmente me dei conta durante esses 9 anos de pseudo amizade é que você ainda é a mesma pessoa que espera que as pessoas te tenham como especial, importante, influente, privilegiada mesmo que você não o faça o mesmo. Você diz que não, mas é verdade sim! Você fica ferida, sentida se alguém não te elogia, não reconhece o que você faz. Não te aplaude. Faz pra ser vista, reconhecida. Então até a tua bondade é falsa. Tem segundas intenções. Dá nojo!

Você quer sacar o que não depositou. Doeu muito saber que depois de todo esse tempo, você queria manter uma amizade na qual você não queria regar, cuidar, mas me queria por perto, porque afinal, vai que você precisa, né? O problema com esse pensamento é que ele falha em reconhecer que até pra obter favor dos outros, é necessário ter um vínculo, sua vaca oportunista.
Eu sei lidar com muitas coisas mas com desonestidade não. Ela destrói toda confiança, toda entrega, toda vulnerabilidade, toda admiração e respeito.

Se hoje te cortei da minha vida, provavelmente você colocou a tesoura na minha mão.Sabe, cansei. Cansei de ser aquela que faz as coisas darem certo.Cansei de ser aquela que segura a amizade. Cansei de ser aquela que sempre nutre. Que vai atrás. Que investe. Que dar chances. Cansei de dar a coisa certa a pessoa errada. Eu aprendi uma lição muito importante dessa grande decepção: para que o veneno da mágoa não fique na pessoa e ela se contamine, é necessário que ela faça algo altruísta por alguém nas próximas 48 horas após o acontecido. Esse é o antídoto contra todo e qualquer pseudinho que entra na vida do sujeito.

E assim eu fiz. E tem dado certo. Nesse meio tempo já conheci 3 pessoas maravilhosas. Pessoas que estão buscando o que estou buscando. Está sendo uma delícia! Gostaria muito de lhe dizer que tenho chorado por você e tenho proposto no meu coração que de agora em diante fecharei as portas do meu coração e vou punir as amizades futuras. SQN!!! Existem pessoas maravilhosas, lindas de dentro pra fora, cheias de Deus e do bem em todos os quatro cantos do mundo. Pessoas essas que acreditam no bem ao próximo, no amor ao próximo, em ver o próximo feliz ao invés de uma simples transação relacional.

Gostaria muito de te desejar tudo do bom e do melhor mas não posso porque na vida a gente não atrai o que a gente quer, a gente atrai o que a gente é. Então você continuará a atrair pessoas que não estão nem aí pra você. Pessoas que não te valorizam como você mesma já reclamou tantas vezes pra mim. Isso continuará acontecendo até que você decida que a doença acaba quando você busca a cura. Desculpas esfarrapadas são o alicerce que dá base para que a casa do fracasso seja construída. Enquanto insistires nisso, enquanto se alimentares do vitimismo, de que as pessoas são difíceis e de que você é complicada, mais isso terás.

O que posso te desejar é lucidez. A verdade dói, mas te liberta. A mentira é doce, mas te mantém refém. E isso dói muito mais.

Aos que leem esse post e se encontram onde eu me encontrei, peço que não deixe de fazer o que é certo. Não permita que nenhum pseudinho(a) tenha controle sobre sua vida, seus pensamentos, sua maneira de encarar os relacionamentos( amoroso, amizade, profissional, familiar,etc). Quando você permite alimentar a mágoa, você bebe veneno esperando que o infrator morra, mas quem morre é você, a cada dia, um pouquinho mais.

Ninguém tem o direito e nem o privilégio de te manter em cadeias.A melhor maneira de "se vingar" de um pseudinho(a) é sendo pleno, cheia de paz, sucedendo e sendo bênção na vida dos outros.

Para cada pseudo que você dar tchau, existem 3 ou 4 pedindo a Deus que lhes dê amigos como você.

Aonde não tiver amor, não se demore. Você vale ouro. Não permita que gente caco te vidro te diga o contrário.

No mais, seja único, seja feliz.
Seja...
Simplesmente...
Você!"

- Entre em contato comigo você também, a porta do Deveras Sente sempre estará aberta. 
Mande seu texto, seu desabafo, sua historia. -

Talvez você goste de:

2 comentários

  1. "Amigos" nem sempre são amigos. Acho que depois de tanto sofrer por amizades onde só eu era a amiga, eu já nem faço mais questão de ter "amigos". Mas lembrar dói... Me identifiquei com o texto, à quem escreveu... Parabéns por se desabafar tão bem!

    escritos-rabiscados.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É complicado se decepcionar com pessoas importantes pra nos, seja quem for.
      Mas acredito que tudo tem seu proposito. Obrigado pela visita!

      Excluir